quarta-feira, 8 de abril de 2020

Perdão

Perdão é  mais um ato de libertação própria do que em prol do outro.
Quantas pessoas que vivem remoendo , se martirizando, porque não  consegue perdoar.
Perdão  não  é  apenas uma fala ou conseguir conviver com alguém,  vai além de se expressar  verbalmente ou de tolerar.
Quando se perdoa, o erro já  nao machuca,  não vem a tona frequentemente  em nossos pensamentos, não  sentimos mais a necessidade de falar sobre o assunto, enfim, não  incomoda,  não  dói.
O perdão  é  duo, traz beneficios para quem se é  perdoado e  muito mais para o executor do ato de perdoar.
O perdão  pode ser impar também,  podemos perdoar ate quem não  acha que errou. E novamente ele se faz positivo pra quem o exerce.
Perdoar é  uma ato de amor, é  deixar livre alguem da dívida de ter errado conosco, é  dizer já  passou, agora esta tudo bem, ja superei, segue sua vida.
As vezes o perdão  mais difícil é  o auto perdão.  Carregamos culpas pela vida inteira e não  temos um olhar de compaixão  e complacência  conosco. Essas "culpas", todos nós  temos, mas se não  nos perdoarmos não  nos daremos o direito de recomeçar.
Perdoar também  é  um exercício.  Não  perdoar é  um julgamento, é  se achar a cima do erro do outro, é  como se falassemos internamente , que esse erro eu nunca cometeria. Mas  e os outros erros que cometemos, tem pesos diferentes?
O perdão vem carregado de amor, compreensão  das falhas humanas, generosidade  e sabedoria.
Não  deixe que o peso de não  perdoar te estagne no tempo, te prenda ao passado, a pessoas que não  te fizeram bem, a culpas internas.
Perdoe o outro, perdoe você,  perdoe a vida.
Fonte foto:Flávia  Corrêa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos interagir?